arte erótica

Marco Cirulli (1995) é um artista gráfico e ilustrador. 

Desde que se lembra, gosta de desenhar e faz desta disciplina, um trabalho e uma forma de expressão. 
Desenvolveu um estilo muito próprio e pessoal: numa primeira instância, utilizou apenas o preto e branco, introduzindo mais tarde as cores vivas e uniformes que caracterizam as suas últimas ilustrações e que lhe permitem remodelar conceitos e imagens que retira do quotidiano. Entre estes temas, foca-se de forma particular na ilustração da sexualidade, criando obras impactantes. Os títulos que atribui às suas obras são fundamentais, pois entre os desenhos e os jogos de palavras utilizados para os intitular, cria-se uma ligação que chega a públicos de todas as idades e com os quais o artista instaura uma relação.
 
Serão feitas demonstrações de arte “in loco”.

MIRUM

O que é que acontece na intimidade de outros lugares diferentes do nosso? Por um acaso, a chamada normalidade também impera nos nossos quartos?
Todos temos os nossos pequenos segredos, que se porventura alguém os vir pelo buraco da fechadura certamente ficaria surpreendido ou, quem sabe até, escandalizado!
Nessa perspectiva do que está permitido e do que não está, do convencional ao proibido, posiciona-se esta exposição, num olhar secreto e furtivo, de realidades existentes entre nós, mas escondidas atrás de uma simples porta feita de papel fino. Mesmo assim, para todas as portas existe uma fechadura e através dela, essas realidades ocultas e que nem capazes somos de as imaginar e inclusivé aquelas que de nós próprios escondemos na nossa intimidade, poderão revelar-se.
Já se sabe que quem espreita pela fechadura, aventura-se a descobrir o que do outro lado se passa… e uma vez visto, jamais poderá ignorá-lo, pois ficará a saber que há outros mundos atrás da porta!